sábado, 24 de maio de 2014

SILÊNCIO II

Há o silêncio dos tímidos
De quem perdeu um amor
O silêncio da criança abandonada
Da mãe que perdeu um filho
Há o silêncio dos tristes
Dos doentes sem esperanças
Daquele que crê, ao pensar em Deus
Há o silêncio de quem desistiu
E de quem já nem chora mais
Faz-se um silêncio na vida
Finalmente, o silêncio do coração.