quarta-feira, 23 de novembro de 2011





TEUS OLHOS, VOCÊ


Ainda lembro de teus olhos pequeninos

Doce, singelo como de um menino

Fitando-me com tanta doçura no olhar

Esses olhos acompanham-me

Não consigo te esquecer.



Lembro de teu sorriso

Da simplicidade de teus gestos

Da maciez de tuas mãos

A doçura de teu beijo.

A despertar o meu desejo.



O que aconteceu, então?

Por que tudo terminou?

Como conseguimos viver?

Foram castelos para o chão!



Foi tudo tão sincero

Foi um amor tão verdadeiro

Que vai nos seguir até a eternidade!...

E viveremos novamente nossa paixão!...

naja







--

Naja